Notícias
Secretaria Municipal de Saúde de Goianésia inicia campanha mobilizadora contra a dengue

Informe publicitário:combate a dengue

Com a chegada de mais uma temporada de verão, quando as altas temperaturas e as eventuais pancadas de chuvas formam uma combinação que favorece a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, a Secretaria Municipal de Saúde de Goianésia inicia campanha de mídia em meios de comunicações e também nas redes sociais para alertar a população sobre os riscos da doença. Nas peças publicitárias e posts, a Secretaria de Saúde do Município enfatiza a importância da participação de todos no controle e na eliminação dos criadouros do mosquito.

COMO EVITAR:

A fêmea do mosquito Aedes aegypti deposita seus ovos nas paredes de recipientes que tenham ou que possam acumular água parada. O clima quente e úmido fornece as condições ideais para proliferação. Cada pessoa deve ficar atenta e eliminar os criadouros potenciais em suas casas.

CONFIRA AS DICAS:

- Mantenha as calhas para água da chuva desentupidas;
- Mantenha a caixa d'água com a tampa completamente vedada;
- Retire a água acumulada na laje;
- Elimine qualquer objeto que possa acumular água, como as partes de garrafas de vidro utilizadas em cima dos muros;
- Guarde pneus velhos e outros objetos que possam acumular água em locais secos e abrigados da chuva;
- Lave os potes de comida e de água dos animais com escova, uma vez por semana, no mínimo;
- Lave semanalmente, com escova, a parte interna dos tanques utilizados para armazenar água;
- Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;
- Plantas como bromélias devem ser evitadas porque acumulam água;
- Troque, semanalmente, a água dos vasos com plantas aquáticas e lave a parte interna do vaso com escova;
- Trate a água de piscinas com cloro e limpe-as uma vez por semana (Utilizar uma capa como cobertura não impede os focos do mosquito).

 
Primeira Jogada Solidária de Goianésia arrecada quase 20 toneladas de alimentos

Imagens: Marcelo Souza / Revista Os Três Poderes MACHADO 2

 

 
Governo de Goianésia realiza 3° edição do Natal das Crianças

Imagens: Marcelo Souza / Revista Os Três Poderes natal das criancas goianesia

 

 
Sobram vagas de laqueadura no Hutrin, em Trindade

Imagem: Divulgação/MED

hutrin go

Por falta de encaminhamento dos municípios goianos, ficam ociosas por mês cerca de 50 cirurgias para impedir que a mulher engravide.

Das 80 cirurgias de laqueadura que o Hospital Estadual de Urgências de Trindade Walda Ferreira dos Santos (Hutrin) tem capacidade para realizar mensalmente, somente 32 foram realizadas no último mês. As pacientes não estão chegando à unidade, que, a partir do segundo semestre deste ano, de fato, tem atendido todo o território goiano. A ociosidade das vagas se dá pela falta de encaminhamento, via regulação, dos municípios. A laqueadura é uma cirurgia que impede que a mulher engravide e é oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de acordo com os critérios da Lei nº 9.263/96.

As mulheres que têm interesse em realizar a cirurgia de laqueadura devem procurar uma unidade de saúde no município onde residem. Após uma consulta inicial e orientações sobre planejamento familiar, elas serão encaminhadas pela Secretaria Municipal de Saúde, via regulação, para o Hutrin. Na unidade, elas passarão por uma nova consulta para que realizem a cirurgia.

No segundo semestre deste ano, uma nova organização social assumiu a gestão da unidade, ao lado da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO). Desde então, o Hutrin tem se comportado como um hospital estadual, influenciando todas as regiões de Goiás. Assim, o local mudou o perfil de atendimento, ampliando o escopo de serviços, e expandiu sua capacidade de assistência para além das divisas do município de Trindade, passando a receber pacientes de todos os 246 municípios goianos.

De acordo com o Contrato de Gestão do Hutrin, o hospital deve realizar um número anual de cirurgias eletivas encaminhadas pela regulação estadual, não recusando pacientes encaminhados para atendimentos cirúrgicos de urgência e emergência, conforme os critérios da regionalização e seu papel na rede de saúde. A lista de cirurgias eletivas da unidade conta com procedimentos nas áreas de cirurgia geral, ginecológica e ortopédica.

Além de cirurgias eletivas, o Hutrin também realiza atendimentos de urgência, emergência, obstetrícia (partos) e consultas ambulatoriais (com hora marcada). Apesar de uma área de abrangência que inclui 51 cidades das regiões Central e Centro-Sul do Estado, aquelas que não fazem parte dessa relação podem manifestar interesse de encaminhar pacientes para o Hutrin.

Dessa forma, os gestores municipais devem entrar em contato com a Superintendência do Complexo Regulador em Saúde de Goiás, da SES, para solicitarem os protocolos de regulação para a unidade e a configuração de acesso ao sistema regulador.

Fonte: Comunicação Setorial da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás

 
Veja Mais >>12345678910

Enquete

Publicidade

picasion.com e3d81bdf5004d6a4b14947d80ca39fc4

correção móveis estrela

ESTEanigif

kisabor

Mais anúncios >>

(62) 8498-5379
(62) 8498-5373

contato@revistaostrespoderes.com.br

apice